Movimento Pró-Paraná

Quem Somos

O MOVIMENTO PRÓ-PARANÁ – Ente de Integração e Relações Institucionais do Paraná, criado por inspiração do jornalista e advogado Dr. Francisco Cunha Pereira Filho, é uma entidade sem fins lucrativos, com sede nesta capital, no Edifício Barão do Serro Azul, a Rua XV de Novembro, 621, 6º andar, em Curitiba – Paraná.

Continuar lendo

HOMENAGEM A NEY BRAGA

ney-braga-636x480

O  MOVIMENTO PRÓ-PARANÁ se mobiliza para homenagear o ex-governador NEY BRAGA, no ano do centenário do seu nascimento. Nada mais apropriado, nesse momento, do que reavivar na memória dos paranaenses a trajetória do  homem  responsável pela integração regional do nosso Estado e pela construção, no amplo sentido da palavra, do Paraná como Estado e como parte fundamental da Federação.

Continuar lendo

“DOE VIDA, DOE NOTAS”, NO PRÓ-PARANÁ

Fundada em 1988 por um grupo de empresários, a Associação Alírio Pfiffer é uma entidade beneficente, sem fins econômicos, de apoio aos Centros de Transplante de Medula Óssea do Brasil. Em Curitiba o trabalho da Associação é direcionado ao Serviço de Transplante de Medula Óssea (STMO) do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, que foi responsável pelo primeiro transplante de medula óssea da América Latina. Desde então já realizou mais de 2.250 procedimentos e é considerado um centro de excelência na área. Atualmente, a entidade está formatando novas diretrizes para que seu trabalho seja ampliado a todo o Brasil. O objetivo é que as parcerias empresariais e a captação de recursos permitam o investimento mais amplo na capacitação de profissionais da área, pesquisas clínicas e para o recebimento de novos projetos voltados para a especialização em TMO.

O ITMO está lançando a campanha “Doe Vida, Doe Notas”. O objetivo é estimular consumidores de Curitiba a doarem ao instituto notas fiscais que forem emitidas durante suas compras, sem o registro do CPF. Com isso, o ITMO pode lançar os comprovantes em seu cadastro na Secretaria Estadual da Fazenda e ser beneficiado pelo programa Nota Paraná, que devolverá parte do ICMS gerado por essas notas.

17191518_1559106197452696_6834849687508277308_n

URNA DISPONIVEL NA SECRETARIA DO PRÓ-PARANÁ

Fonte:

http://www.institutotmo.org.br/

http://www.institutotmo.org.br/casa-malice/

 

 

LULA X MORO: UM PASSO À FRENTE

Curitiba se prepara para o grande embate da Operação Lava Jato que coloca frente a frente o ex-presidente Lula e o juiz Sérgio Moro, no  próximo dia 10 de maio. E os olhos do País se voltam para nossa cidade, transformada numa arena, onde militantes prometem medir forças  nas ruas.

   Além da preocupação com a segurança, o que envolve a nossa mobilidade no dia da audiência, penso que nós curitibanos deveríamos refletir sobre esse acontecimento incomparável. E que  resume a situação maior, o patamar ao qual a sociedade brasileira foi alçada por conta de um juiz corajoso e a força-tarefa de investigação do Ministério Público e da Polícia Federal.

   O primeiro equívoco, aparentemente inevitável, é a transformação de uma audiência judicial quase num Fla x Flu, com previsão apoteótica. Isso, quando bem sabemos que, na verdade, ao  final desse encontro, estaremos só com mais uma etapa cumprida. 

    A persistir o espírito da catarse no embate Lula x Moro, o veredicto de “Inocente” ou “Culpado” vai dividir ainda mais a sociedade brasileira e deixar um rastro de dúvidas e inconformismos que se estenderão pelos próximos anos, e pelas próximas eleições, com resultados imprevisíveis.

   Para nós curitibanos, um povo que cultiva a discrição como norma de comportamento e se identifica, historicamente, com valores mais conservadores, é fundamental dar um passo a frente nesse processo doloroso. 

   E o passo a frente é buscar o bom senso, agir com respeito e dignidade e, através de nossas entidades representativas da sociedade, incluindo aí os sindicatos e partidos políticos, dar um exemplo de maturidade política. Devemos evitar manifestações de radicalismo ideológico, individuais ou em grupos e acatar a decisão judicial, que é afinal a garantia da manutenção do Estado de Direito.

 Só assim, reafirmando o depoimento do ex-presidente Lula frente ao juiz Sérgio Moro como mais uma etapa de trabalho – e não como uma luta de classes ou um embate entre times adversários – estaremos fazendo jus  à  Curitiba como sede  da Lava Jato e cidade-símbolo do combate  à corrupção em todo o mundo. Uma democracia verdadeira pressupõe não só o direito ao voto, mas também a convivência civilizada de opiniões distintas! 

MARCOS DOMAKOSKI

PRESIDENTE