Pró-Paraná promove live em homenagem aos 168 anos da Lei de Criação do Estado do Paraná

Com um evento on-line, o Movimento Pró-Paraná celebrou nesta segunda-feira (30/8) a nova data magna do estado – o 29 de agosto. Além do presidente Marcos Domakoski, anfitrião do evento, a live contou com mensagens do desembargador Paulo Roberto Hapner e do deputado Luiz Fernando Guerra, autor da recente Lei 20.661/2021 que tornou o dia 29 de agosto uma data magna do estado e que teve amplo apoio do Pró-Paraná. O movimento chegou a enviar uma moção ao presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, e aos demais parlamentares para reafirmar a importância da celebração, que vai marca os 168 anos da emancipação política que restaurou o Paraná como a última província criada durante o Brasil Império.


Ao abrir os trabalhos, Domakoski saudou os presentes e parabenizou o deputado Luiz Fernando Guerra pela autoria da lei e destacou a importância do desembargador Luiz Renato Pedroso para que a data fosse valorizada. O presidente do Pró-Paraná lembrou ainda do relevante papel do desembargador e de sua família para a história do estado e para a criação do Movimento Pró-Paraná. “Foram anos de empenho até que chegássemos a essa verdadeira vitória para os que prezam pela identidade paranaense. Contamos nesses anos de luta com a liderança proativa do desembargador Pedroso para que essa data passasse a integrar o calendário cultural da nossa terra”, sublinhou.


Ao relembrar do empenho de Pedroso, Domakoski citou sua atuação para que o estudo da História do Paraná fosse inserido na grade curricular escolar, a fim de divulgar e fortalecer a identidade do estado. “Foi ainda graças à visão do desembargador Pedroso, logo após a criação do Pró-Paraná, que os paranaenses passaram a destacar e celebrar o dia 29 de agosto como data magna, ao lado do dia 19 de dezembro”. Domakoski citou ainda uma frase marcante do desembargador: “O dia 19 de dezembro, marco de instalação da então província, é a data do batismo. Mas o dia do nascimento do Paraná que devemos comemorar é o dia 29 de agosto, marco da sanção da lei de criação do nascimento do estado como unidade imperial, dotada de autonomia federativa própria.”


Em sua apresentação, o deputado Luiz Fernando Guerra contou como surgiu a iniciativa do projeto que agora é lei, ressaltando que a data não constitui um feriado estadual, mas sim um marco cívico, corrigindo um erro histórico do estado. “O Movimento Pró-Paraná sempre foi um motivador e um apoiador neste trajeto percorrido para corrigirmos essa falha.” Guerra rememorou todo o percurso da lei, ressaltando que, durante a tramitação do projeto foi promovida uma manifestação de apoio ao Projeto de Lei encabeçada pelo Pró-Paraná, contando ainda com a adesão oficial de diversas entidades do estado. Guerra encerrou sua fala citando os últimos versos do poema “Meu Paraná Eu faço”, de Jaime Snege. 


O desembargador Paulo Roberto Hapner, presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, abordou a criação do estado do Paraná, citando a contribuição dos tropeiros para a formação do estado e os fatos que elencaram a emancipação do Paraná. Hapner frisou ainda que não há erro em guardar o dia 19 de dezembro como um marco para o estado, mas que é importante reconhecer também o dia do nascimento do Paraná, ressaltando uma vez mais a citação do desembargador Pedroso sobre “o dia do nascimento do estado” a 29 de agosto, enquanto o 19 de dezembro seria a data de batismo.

Presente ao encontro virtual, o desembargador Pedroso agradeceu, emocionado, as palavras que lhe foram dirigidas. “O batismo é tão importante quanto o nascimento e tais acontecimentos não devem ser esquecidos ou terem sua relevância disputada”, afirmou. “Parabenizo-o pela autoria da lei”, completou, dirigindo-se a Guerra.