Orlando Pessuti se afasta de suas funções no Pró-Paraná

Em cumprimento à regra de descompatibilização para fins eleitorais prevista na Lei Completar 64/90, o ex-governador do Paraná Orlando Pessuti, segundo vice-presidente do Pró-Paraná, pediu afastamento de suas funções no movimento. O ofício com a solicitação foi encaminhado ao presidente do MPP, Marcos Domakoski, na última quinta-feira, 31 de março.
O afastamento em função de descompatibilização eleitoral está também previsto no estatuto do Pró-Paraná.