Pró-Paraná aplaude homenagem do Conselho Federal da OAB a René Dotti

O Movimento Pró-Paraná testemunhou com alegria a homenagem feita nesta terça-feira, 24 de agosto, pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ao advogado e professor paranaense René Ariel Dotti, falecido no dia 11 de fevereiro deste 2021. Os integrantes do Pró-Paraná foram unânimes na opinião de que Dotti é merecedor deste e de todos os louvores que lhe sejam rendidos.


O presidente do movimento, Marcos Domakoski, tinha no professor René um conselheiro recorrente. Não por acaso, em outubro de 2018, o Pró-Paraná entregou ao grande jurista o troféu “Guerreiro do Paraná”, em reconhecimento à sua carreira acadêmica e jurídica, à defesa das liberdades democráticas e por suas contribuições na área cultural para a integração do estado.


“Sabemos que todas as honrarias estarão sempre aquém da grandeza do advogado que tanto lutou pela liberdade, muitas vezes sem remuneração alguma. Não bastasse seu conhecimento como jurista, contribuiu enormemente para as artes do Paraná, inclusive na condição de Secretário da Cultura. Merece destaque também sua atuação como homem de família. Um ser humano completo que viverá sempre em nossa memória”, ressalta Domakoski.
Na homenagem do Conselho Federal da OAB, exibiu-se um vídeo com trechos do professor relatando pessoalmente passagens de sua vida, como o nascimento “a 200 metros de onde o Papa João Paulo II rezou missa em Curitiba” e a criação da Sociedade Paranaense de Teatro, com Ary Fontoura. As palavras de Dotti lembraram a importância dos palcos, que o libertaram da timidez, e recordaram ainda a vida sob o AI-5 e os anos dourados anteriores à ditadura.


Esperança

Coube ao diretor-tesoureiro do CFOAB, o advogado paranaense José Augusto Araújo de Noronha, fazer a oração em memória de Dotti. Noronha lembrou que a proposição de louvor partiu do advogado Guilherme Batochio. Seu discurso começou com uma frase do Padre Antônio Vieira muitas vezes citada pelo homenageado: “A esperança é a mais doce companheira da alma”. Noronha lembrou que Dotti gostava de se cercar dos jovens advogados, sempre estimulando o estudo e a participação nos eventos jurídicos. “Muitos de nós, hoje representantes da advocacia brasileira, devemos muito aos seus ensinamentos, típicos de pessoas especiais que conquistaram um lugar de destaque na rica história da advocacia brasileira”, pontuou.


Ao fim do discurso uma láurea de homenagem foi entregue por Noronha à família Dotti, tendo como portador o presidente da OAB Paraná, Cássio Telles, integrante do Movimento Pró-Paraná. Outros integrantes do Conselho Federal proferiram também palavras de louvor ao Professor René.


Família
A esposa de René Dotti, advogada Rosarita Fagundes Dotti, agradeceu a homenagem em nome das filhas e netos. “É muito importante esse momento porque ele tinha grande orgulho em ser advogado”, afirmou. Rogéria Dotti também expressou gratidão pelas palavras sobre seu pai. “Falava na liberdade de não ter medo, para ele a mais importante das liberdades. Teve uma vida plena e muito feliz. Continuará a viver em nós”, declarou.


A solenidade foi encerrada com as palavras do neto mais velho do professor, Gabriel Dotti Dória. “Aquele que me ensinou a brincar com os cachorros e a fazer nó de gravata também deu lições de amor ao próximo, ao igual. Lições de respeito à dignidade de todos”, disse.